Com um Rodomunk, revisão anual é aquele negócio
que você precisa fazer a cada três anos, mais ou menos.

Conheça os guindastes que não param de trabalhar.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO
Destaque

Perguntas frequentes

Guindastes são equipamentos monoarticulados que possuem roldanas tipo moitões para içar cargas usando um sistema de cabos de aço. Os guindastes são mais usados para carregar itens de grande porte (mais de quinze toneladas) até alturas elevadas (mais de vinte e cinco metros). Normalmente, são as máquinas que você vê em grandes obras de infraestrutura (estádios de futebol e hidrelétricas, por exemplo).

Já os guinchos passaram por uma mudança interessante. Antigamente, o termo “guincho” designava equipamentos como os vendidos pela Rodomunk, que hoje são chamados de “guindastes veiculares biarticulados”. Com o surgimento das plataformas de autossocorro para automóveis e caminhões, convencionou-se chamar essas plataformas de “guincho”, o que acabou mudando o significado da palavra e aposentando a antiga definição. Assim, atualmente, “guincho” é o equipamento que ajuda quando você precisa tirar o seu carro de algum lugar.

No site, usamos a palavra “guindaste” para nos referir aos equipamentos fabricados pela Rodomunk apenas por uma questão de praticidade. Mas agora você já sabe que, tecnicamente, estamos falando de guindastes veiculares biarticulados.

O GRM dos modelos significa, simplesmente, Guindaste Rodomunk. Já o número indica o momento de carga máximo de utilização do guindaste. Isso significa que esse valor é o resultado da multiplicação do peso da carga pela distância do centro dessa carga até o centro de giro do guindaste.

Para responder a essa pergunta, é preciso ter pelo menos três variáveis muito bem definidas: quais o volume e o peso da carga que precisa ser levada pelo caminhão e qual é a distância de carga/descarga desse volume.

O volume e o peso são importantes porque influenciam no PBT do caminhão, o que define o modelo de caminhão mais adequado. Já a distância de carga/descarga também é importante, pois altera o momento de carga, e, portanto, o tamanho do guindaste necessário para executar essa tarefa.

Para saber qual é o guindaste mais indicado para a sua área de atuação, consulte a página de Guindastes ou converse com um de nossos consultores pelo telefone 44 3031 6390.

A Rodomunk trabalha com todas as formas de financiamentos oferecidas pelos bancos nacionais e pelo BNDES, além de financiamento direto ao cliente, mediante aprovação de cadastro financeiro.

São os modelos GRM 4.000 e GRM 6.000. Eles são chamados assim porque são ideais para quem precisa trabalhar dentro de uma cidade. Afinal, são equipamentos leves e pequenos, que podem ser montados em caminhões 3/4 .

Como cada vez mais cidades estão limitando a circulação de caminhões maiores no espaço urbano, ter guindastes fortes em caminhões pequenos se tornou essencial para quem deseja continuar realizando serviços como manutenção de redes elétricas ou carregamento de pallets para construção civil, por exemplo.

O controle remoto é recomendado quando o seu trabalho envolver colocar o guindaste em algum local perigoso, como, por exemplo, próximo a fornalhas.

Ele é a melhor forma de garantir que você vai ter toda a precisão na hora de operar o equipamento, ao mesmo tempo em que não se expõe a nenhum risco. Outra situação em que o controle remoto é muito útil é quando o combinamos com um cesto de inspeção.

Dessa forma, o próprio homem que está no cesto pode operar o guindaste, ao mesmo tempo em que se eleva para executar qualquer tipo de serviço. Para saber mais sobre os guindastes de controle remoto, é só Clique aqui e saiba mais sobre o controle remoto

Ainda com dúvidas? Entre em contato conosco.

Voltar ao topo topo